Pular para o conteúdo principal

COLAÇÃO DE GRAU 2017



DISCURSO DE COLAÇÃO DE GRAU/2017 PROFERIDO PELO GRADUANDO FERNANDO [LETRAS/INGLÊS]

Saudamos a Magnífica Reitora da Universidade Federal de Mato Grosso, Prof. Drª Mirian Thereza de Moura Serra neste ato representada pela Excelentíssima Profª. Drª. Analy Castilho Polizel de Souza Pró-Reitora do Câmpus de Rondonópolis em nome da qual saudamos as demais autoridades aqui presentes.

A nossa saudação e agradecimento especial ao Paraninfo da noite, o Prof. Dr. Paulo Roberto Alves de Oliveira, Paraninfo da turma de Ciências Biológicas em nome do qual saudamos todos os homenageados desta noite.
Saudamos a Coordenadora do Curso de Letras-Inglês Prof.ª Mestre Delvania Góes dos Santos em nome do qual saudamos a todos os professores e professoras aqui presentes.
Saudamos a Senhora Maria Aldenice da Cruz Santos  e o Senhor Edelci Batista dos Santos (meus pais) em nome dos quais saudamos os familiares e amigos aqui presentes.

Senhoras e Senhores, boa Noite!

Chegamos enfim à noite mais esperada, ansiada e desejada dos últimos anos, para nós, formandos da UFMT, Câmpus de Rondonópolis: a noite da cerimônia de colação de grau. É aqui que sentimentos se misturam com o tempo e nos vem à mente a lembrança do passado, o momento presente e o olhar para o futuro.
Olhando para o passado lembramos do início do curso por nós escolhido e o primeiro encontro com a área de conhecimento que nos trouxe à universidade. Ainda olhando para o passado, nos encontramos com as várias teorias apresentadas no decorrer da caminhada; com o famigerado estágio; com trabalhos de conclusão de curso e uma infinidade de compromissos ligados ao nosso processo de formação.
Também nos lembramos de professores únicos que nos marcaram não apenas com sua sapiência, mas com seu caráter ético, paciência e profissionalismo. Tudo isso levaremos como um farol para os dias turbulentos e árduos da vida profissional que agora se inicia.
Lembramo-nos, ainda, de colegas que se tornaram amigos inseparáveis na dura caminhada de estudos, confissões, momentos de alegria e descontração dentro e fora da sala de aula. E pensando nisto nos lembramos do aluno Cristian Gabriel um amigo único, um estudante nato e um filho querido com um futuro brilhante que Deus levou para si de forma tão prematura, aqui prestamos nosso carinho, respeito e admiração.  Para você, Cristian, a nossa homenagem.
A lembrança também das horas infindáveis de estudo nas quais muita teoria foi compreendida com esforço; muitos trabalhos foram gerados com luta, determinação, inspiração, força de vontade e, literalmente, com suor e lágrimas, nos acompanha.
Chegamos, então, ao momento presente em que aceitamos que todo o esforço valeu à pena, que toda luta e experiência marcaram e eternizaram, em nossos corações, o saber e conhecer de mestres únicos. Chegamos ao momento em que as madrugadas acordados, os conceitos e preconceitos foram quebrados e nos levaram a crescer e estabelecer um ideal profissional. Valeram à pena os anos de estudo e o labor educacional.
Chegamos ao momento em que a máxima do filósofo Heráclito se fazer presente em nós: “Não se entra duas vezes no mesmo rio.” Não somos mais os mesmos do início do curso, mudamos, e essa mudança causada por ares universitários nos levará a galgar passos maiores em vista do que já ganhamos no dia de hoje.
Por isso, olhar o futuro significa querer e buscar mais dentro do conhecimento conquistado até aqui. Não sabemos o que nos aguarda no futuro, apenas que conseguimos as ferramentas na graduação para começar a subir o monte.
Tivemos experiências e exemplos, por meio dos nossos professores de que, sim, é possível, alcançar nossos objetivos. Só precisamos da mesma coragem e determinação que nos trouxeram até aqui. Sem esquecer nunca os valores e a ética profissional vivenciada.
Este é o momento da gratidão, porque agradecer é o melhor caminho. Agradecer à UFMT como um todo, que ainda consegue, no coração do Brasil, levar adiante o sonho da universidade pública e gratuita de qualidade para o maior número possível de alunos. Agradecemos pelo esforço da instituição.

E que o amanhã seja a conquista real do visionário e amante do saber. Além disso, só temos a dizer muito obrigado DEUS.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ESCRITA CRIATIVA - COMPOSIÇÃO POÉTICA DOS DISCENTES DE LETRAS/PORTUGUÊS 2016

FELICIDADE
Minha felicidade não posso fustigar Foi fungível para dizer frongi. Meu funerio foi feito de frincha e só fucro com a fatolita 
Minha fuzarca, feita de frialdade Para flandres funicular Feito feliz com o fornido felisteu do seu fadista
Meu corpo fornido na fleuma Fratricídio feito para fraquital Num toque fleuma de filaucia.
Valdilene, Izadora, Joyce, Viviane, Gislaine.

FALAS DAS PERSONAGENS DE MACBETH, TRAGÉDIA DE SHAKESPEARE

“Aconteça o que acontecer, o tempo e a hora chegam ao fim dos dias mais difíceis” [Macbeth] “Não existe arte que possa decifrar o sentido da alma pela face” [Ducan] “Um rosto falso deve esconder o que sabe um coração falso” [Macbeth ] “O hálito frio das palavras gela demais a ação cálida” [Macbeth] “Horror! Horror! Horror! Não há língua nem coração que possam conceber-te ou nomear-te” [Macduff] “É fácil para um homem falso fingir uma dor que não sente.” [Malcom] “Ser rei, nada significa; é preciso ser tranquilo...” [Macbeth] “Nada se ganha, ao contrário, tudo se perde, quando nosso desejo se realiza sem satisfazer-nos.” [Lady Macbeth] “Todas as coisas irremediáveis deveriam ser esquecidas. O que está feito, está feito.” [Lady Macbeth] “Tudo não passa de uma visão criada pelo teu medo” [Lady Macbeth] “Vós bem sabeis: a confiança é o maior inimigo dos mortais.” [Hécate] “Tudo é temor, nada é amor e quase nada sabedoria, numa fuga tão precipitada contra toda a razão” [Lady Macduff] “Tud…

RELATO DE EXPERIÊNCIA: MONITORIA 2015

Neilliane, monitora de Línguística em 2015, graduanda do 4º  ano de Letras/Português
 O exercício da monitoria foi, sem dúvidas, muito gratificante e contribuiu consideravelmente para o meu crescimento acadêmico e intelectual. Trata-se de uma oportunidade para o estudante desenvolver habilidades de preparação à docência, aprofundar conhecimentos na área específica e contribuir com o processo de ensino-aprendizagem dos monitorandos. O Programa de Monitoria visa subsidiar a aprendizagem e resgatar as potencialidades de cada aluno, tornando-os mais ativos e autoconfiantes nesse processo de conhecimento, e para os monitores configura-se uma modalidade de ensino que contribui para a formação acadêmica, na medida em que as atividades como monitora, ao longo do ano letivo, trouxeram-me a possibilidade de vivenciar e sentir a responsabilidade da prática docente.  Confesso que foi uma surpresa e um enorme prazer ter sido convidada para esse programa. Assumi a monitoria de uma disciplina que apren…