domingo, 19 de julho de 2015

FALAS DAS PERSONAGENS DE OTELO, O MOURO DE VENEZA

“Não sou o que sou” [Iago]
“Chorar uma desgraça consumada e desaparecida, é o meio mais seguro de atrair outra desgraça nova. [Doge]
“As palavras não passam de palavras e nunca ouvi dizer que num coração magoado fosse possível penetrar pelo ouvido” [Brabância]
“Estupidez é viver quando a vida é um tormento; e, aliás, temos a receita para morrer, quando a morte é nosso médico.” [Rodrigo]
“Se a balança de nossas existências não tivesse o prato da razão como contrapeso ao da sensualidade, o sangue e a baixeza de nossa natureza nos conduziram às mais desagradáveis consequências.” [Iago]
“O amor é simples concupiscência do sangue e uma tolerância da vontade...” [Iago]
“Vós vos levantais para vadiar e ides para cama para trabalhar” [Iago]
“Porque minha alma sente uma felicidade tão absoluta que tenho medo de que não haja um outro maravilhamento semelhante a este, no porvir desconhecido de meu destino.” [Otelo]
“Quando o sangue fica amortecido pela ação do prazer, para inflamá-lo novamente e para dar à saciedade novo apetite, é preciso nova sedução nas formas, simpatia nos anos, modos e beleza ...”[Iago]
“A velhacaria só é vista em pleno rosto quando está em ação” [Iago]
“A reputação é um preconceito vão e falacioso que se adquire, comumente, sem mérito, e, sem razão, se perde.” [Iago]
“Ó Deus, será possível que os homens introduzam um inimigo na própria boca, para que ele lhes roube o cérebro?” [Cássio]
“Quando convenientemente usado, o bom vinho é um bom companheiro caseiro” [Iago]
“Sabes perfeitamente que operamos pela inteligência e não pela magia; e a inteligência está submetida às dilações do tempo” [Iago]
“O prazer e a ação fazem as horas parecerem breves” [Iago]
“Os homens deveriam ser o que parecem; ou praza ao céu que nenhum deles pareça o que não seja!” [Iago]
“O bom nome para o homem e para a mulher, meu caro senhor, é a joia suprema da alma” [Iago]
“Ô meu senhor, tomai cuidado com o ciúme! É o monstro de olhos verdes que se diverte com a comida que o alimenta” [Iago]
“Não! Para mim, ficar em dúvida, é ficar resolvido” [Otelo]
“É a triste sorte de toda prostituta; enganar muita gente e acabar sendo enganada por um só” [Iago]
“Ao vencedor, o riso” [Otelo]
“Ó demônio, demônio! Se as lágrimas de uma mulher pudessem fecundar a terra, cada lágrima que ela deixasse cair viraria um crocodilo” [Otelo]
“Se não é o que deveria ser, queira o céu que ele fosse” [Iago]
“És tão semelhante a um anjo do céu que os próprios demônios temeriam apoderar-se de ti” [Otelo]
“Tuas palavras e tuas ações não possuem o menor parentesco entre si” [Rodrigo]
“Por minha fé, como são loucas nossas mentes!” [Desdêmona]
“Que o céu me inspire costumes que me permitam não tirar o mal do mal, mas servir-me do mal para melhorar” [Desdêmona]
“O crime acabará sempre falando, mesmo que a língua permaneça muda” [Iago]
“É morte contra a natureza aquela que mata por crime de amor” [Desdêmona]

“Mesmo que ele tivesse tantas vidas quantos cabelos tem, minha grande vingança teria estômago para todas elas.” [Otelo]

Nenhum comentário:

Postar um comentário